Novidades, Podcast

Qualquer Pessoa Pode Investir na Bolsa (B3). É fácil, prático e Democrático!

 

Sim, investir na bolsa é muito democrático! E é sobre isso que vamos conversar hoje. Qualquer pessoa pode investir na bolsa e operar com um capital muito pequeno, esse é o sucesso pelo qual muitos investidores pessoas físicas estão degustando aplicar em ações e outros valores mobiliários lá na B3 (Brasil, Bolsa e Balcão) http://www.b3.com.br/pt_br/.

Ao contrário do que muitos pensam, investir na bolsa é muito simples, todos precisam ter apenas uma conta em uma corretora, transferir valores para esta conta, fica com acesso à um sistema que se chama Home Broker, que é esse que liga o investidor à plataforma de negociação lá da B3.

É democrático porque com valores como cem, duzentos, quinhentos reais, pode-se adquirir ações, opções, cotas de fundos e algum outro ativo. Na bolsa nós temos o chamado lotes padrões, o qual se negociam cem ações por lote, neste já fica um valor um pouquinho maior.

 

Mercado Fracionário

Mas, também temos o mercado fracionário, que é negociado uma unidade de ação. E aí você tem ação de cinco, oito, dez reais.

É bom sempre estar atento aos custos, porque embora algumas corretoras já zeraram as taxas de corretagem, tem outros custos como taxas de registro, taxa de custódia, taxa de emolumentos, todas essas taxas são cobradas pela bolsa e depois, se você tiver ganho, ainda tem os impostos.

E cuidado porque movimentar pequenas quantidades, muitas vezes pode comprometer o lucro bruto, às vezes você olha o lucro, mas de verdade, de verdade, acabou tendo prejuízo.

Embora o Day Trade esteja muito na moda, não é investimento é uma operação que consiste em ganhar nas oscilações de preço. Investimento em ações é uma estratégia para longo prazo e precisa-se de um perfil menos conservador, porque a bolsa oscila muito.

 

Gráfico de Ações do site da B3

 

E aí, se motivou a ser sócio de grandes empresas? Um bom curso é mão na massa, abra a conta na corretora que você escolher, veja se abra em uma que não te cobre taxa de corretagem, transfira um pequeno capital e comece a operar, você vai aprender e entender essa dinâmica. Então, boa sorte!

Entendeu?

Eu sou a professora Solange Honorato da Acamef, eu explico e descomplico, até o próximo boletim.

Postagens Relacionadas